“Pais, filhas” e espectadores desiludidos

Russell Crowe e Amanda Seyfried protagonizam Pais e Filhas de Gabriele Muccino, uma avalanche de enredos temperada com a vontade exagerada de emocionar.

Pais e filhas (2016) quer fazer de Crowe um escritor vencedor do ilustre prémio Pulitzer que sofre de stress pós-traumático, na sequência da morte da sua esposa num acidente de viação por ele causado; quer fazer de Seyfried, simultaneamente, uma psicóloga empática e uma mulher incapaz de amar romanticamente qualquer homem que se coloque no seu caminho.

Pais e filhas quer emocionar o espectador do primeiro ao último minuto. Se triunfa em alguma destas missões? Uma resposta: não o veja [a menos que tenha saudades de rever o infame Jesse (Aaron Paul) de Breaking Bad (2008-2013), agora convertido no adorável homem que mudará a vida da filha de Jake Davis (Crowe).]

O filme de Muccino perde energia e eficácia não só pela fraca credibilidade das representações dos protagonistas como, também, pela ganância narrativa.

fathersdaughters-xlarge

Em quase duas horas, a fita engole com rapidez enredos e enredos a que não dá real importância ou resolução.

A criança com quem Katie (Seyfried) trabalha é exemplo dessa negligência. Com efeito, o relevante passa a adereço, secundarizando-se aquilo que a existir – e sejamos claros não precisava de existir neste filme sobrepopulado por natureza – tem de tomar um lugar central.

Técnica e cinematograficamente, Pais e filhas não se descreve pela sua excelência: é  meramente sofrível. Narrativamente, é um desastre.

5760

No final, os desenlaces tornam-se mais do que previsíveis, descartáveis! 

A menos que o seu coração e espírito sejam verdadeiras matérias moles, vulneráveis ao mais vulgar impacto, Pais e filhas tornar-se-á para si, como se tornou para mim, num novelo pouco inteligente – quem sabe, [tele]novela – quase desconectado de vidas pouco convincentes às quais pouca atenção decidiu, por fim, doar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s