Salada de estórias: 21 de Março

A visita de Obama a Cuba,  a conquista da maioria absoluta do MpD, nas eleições de Cabo Verde e o manifesto anti-espanholização da banca marcam esta segunda-feira a par de duas outras estórias bem menos convencionais.

_88873213_img_5543O fim de uma jornada e a migração de um tesoiro

19 dos últimos judeus a viver no Iémen abandonaram a região, numa operação secreta, rumo a Israel. Com eles, migrou uma versão em pergaminho da Torah com mais de 500 anos.

“Hoje, encerramos uma missão histórica”, concluiu Natan Sharansky, representante da Agência Judia, entidade responsável pela deslocação deste povo desde o final dos anos 40.

À BBC, a instituição revelou que cerca de 50 judeus escolheram permanecer no Iémen mesmo face à intensificação do conflito armado e à escalada da violência contra a comunidade judaica.

Desde 1948, mais de 51.000 pessoas fizeram esta viagem, deixando uma das mais antigas comunidades dedicadas ao judaísmo.

paquete-semanalPor falar da existência subliminar da publicidade

Sob a formal proibição da publicidade, Cuba deixa viver formas sorrateiras de cultura, promovendo uma subtil economia do comercialismo.

“A constituição não diz, exactamente, que não é permitido promover artigos. Diz, apenas, que não é permitido usar os media para estimular o capitalismo“, explica Acosta Gonzalez, professor na Universidade de Havana, à Quartz.

Os censores, as regras e, sobretudo, a inconsciência dos comerciantes da necessidade de um investimento publicitário dificultam a actividade dos poucos e primitivos profissionais que se arriscam no mercado.

“Nunca se sabe o que é vendido no país, em Havana ou a alguns quarteirões de distância”, comenta um padeiro.

Apesar do desafio, o negócio da publicidade goza de boa saúde, mergulhando nos canais de cultura secretos que alimentam a nação.

Os paquetes semanales, um sistema de distribuição de vídeos, novelas e filmes através de memórias USB, têm-se tornado numa Internet offline, num país que sofre com a ausência da rede global.

Mais: Alice no país das maravilhas matemáticas por Ana Gerschenfeld, no Público | ISIS signature explosive in Europe por Neil Collier, Margaret Cheatham Williams e Taige Jensen, no The New York Times.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s