Concussion: uma imensa dor de cabeça

Will Smith protagoniza Concussion [A força da verdade, na tradução portuguesa] de Peter Landesman, um desastre ambulante repleto de heróis, vilões e princípios inacabados que pouco interessam.

Que é feito das doses doces, curtas e agradáveis de bom cinema? De onde vem este imenso preconceito com o pouco mais de uma hora?

Concussion de Peter Landesman são duas horas de sufoco narrativo; de gula cinematográfica no seu pior.

A história de Bennet Omalu, o patologista que descobriria que os choques sofridos pelos jogadores de basebol causam, eventualmente, graves problemas cerebrais, é consumida pelas múltiplas frentes de batalha que Landesman insiste em manter.

Um casamento, o sonho americano, a santidade de Omalu, a hegemonia da NFL (National Football League) e a tirania do poder sobre os mais fracos envolvem o enredo numa penumbra assustadora capaz não só de distrair o espectador, como, sobretudo, de afastá-lo com vigor.

3

Em Concussion resultam, essencialmente, dois elementos: o trabalho dinâmico da câmara e a deformação facial de Will Smith.

A variedade de ângulos que cada cena oferece é agradável, admitamos.

O exagero agoniante de grandes planos – por vezes, ridiculamente chegados ao detalhe – anestesia, contudo, todo e qualquer esforço no sentido dessa beleza cinematográfica.

Smith, por outro lado, sucede num sotaque constante e numa postura de dignidade exacerbada.

Omalu é, assim, o único dos homens honestos nos Estados Unidos da América. Ou pelo menos é esta a impressão que nos deixa a fita.

2

Concussion é, por tudo isto, vítima de uma pobre – paupérrima, mesmo – destreza narrativa, que mal sabe incluir quem deve e definha na integração de quem não deve.

É longa – longa demais para o que pretende contar – irresoluta e insatisfatória.

Ao fundo, ouvem-se, além de tudo, algumas notas redundantes e emotivas, isto é, até a identidade sonora do filme protagonizado por Smith peca pelo excesso de emoção.

A fita de Landesman atiça, deste modo, a curiosidade do espectador por qualquer outra fita que, no mesmo horário, esteja a passar ali perto.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s