Estórias imperdíveis: Google criminosa?

Na semana em que seis projectos portugueses na área do jornalismo digital recebem financiamento da Google, estórias de como a gigante da Internet tem plantado dívidas por todo o mundo. 

googl-goog-Google-Alphabet-stock-earnings-2015-etf-options-trading-technical-analysis-chart-etf-education-active-investor1 (1)

Depois de ter pago 130 milhões de libras, em Janeiro, ao governo inglês, por dez anos de impostos em atraso, a Google é agora alvo do escrutínio do fisco francês.

A estratégia de distribuição alargada dos lucros que tem sido, legalmente, adoptada pela empresa deixa dúvidas ao departamento do Tesouro de França que exige, assim, o pagamento de 1,6 biliões de euros.

Em Itália, as autoridades homólogas procuram 300 milhões de euros pelos últimos seis anos de impostos, confirma a Forbes.

Em Portugal, a Google lucra mais de 100 milhões de euros por ano sem pagar qualquer imposto, anuncia o Económico [impresso].

google-thumb (1)

As alegadas fugas seguem o esquema utilizado, nos anos 80, pela Apple, no sentido da protecção de grande parte das suas receitas face à carga fiscal exigida pelos múltiplos países envolvidos nos seus negócios.

Em 2014, a Google injectou 11 biliões da receita internacional na sua empresa-mãe sediada nas Bermudas, Alphabet Inc., com esse mesmo objectivo.

O valor transferido nessa ocasião foi 16 vezes superior ao desvio do ano anterior, relata o The Sidney Morning Herald.

Anúncios

2 pensamentos sobre “Estórias imperdíveis: Google criminosa?

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s