21 factos sobre mim escondidos nos meus contos

Toda a obra é um autorretrato. 32 contos, 21 factos escondidos sobre mim para comemorar o meu 21º aniversário.

79d9e683b45ea0141f333014a7ce72fc (1).jpg

Esses filhos que me morrem no ponto final

Facto 1: Alice e Afonso retratam o apego emocional que empresto às minhas melhores personagens. Ando assombrada por figuras que me falam, constantemente [não me internem já] ou, pelo menos, com quais convivo nos meus sonhos.

Facto 2: Paris, que serve de cenário a este conto, é uma das cidades que mais amo no mundo. As cadeiras descritas correspondem aos Jardins das Tulherias, um lugar mágico onde espero vir a escrever.

Facto 3: Os primeiros parágrafos deste conto são parte do terceiro “livro” que escrevi no início da minha adolescência.

A vendedora de sonhos

Facto 4: À semelhança de Octávio, vivo [parcialmente] nos Açores.

Facto 5: Octávio perde-se nos seus próprios sonhos. Por vezes, ouso ficar mais duas horas em repouso só para desfrutar das histórias coloridas que, assim, consigo experimentar.

Persuasão ou a calmaria que me inflama é imensa

Facto 6: Legumes salteados são, também, um dos meus jantares predilectos.

Facto 7: A distinção entre dois géneros de espíritos provém de Kafka à beira-mar de Murakami, um dos meus romances favoritos.

Invisibilidade ou miragem a 11 mil pés

Facto 8: O ar reciclado dos aviões low-cost cheira-me, como indica a protagonista, a lixívia gasosa.

Facto 9: Ricardo é uma experiência real (de diferente nome, é claro). Para passar o tempo de transporte até casa [entenda-se Ilha], estudo os companheiros de viagem. São, frequentemente, apaixonantes.

A felicidade não tem porquê ou abrande

Facto 10: Matilde é inspirada numa mulher real que, durante um ano, vi passear na rua que me levava ao dormitório universitário. Talvez isso faça de mim Inês. Tenho hábito de imaginar as histórias dos estranhos que se cruzam comigo na rua.

À deriva não ficamos ou os finais aborrecem 

Facto 11: Sinto-me, frequentemente, minúscula no meio da multidão. Um metro e sessenta grita sempre por mais alguns centímetros.

O estranho ou prédios-forca de vidro

Facto 12: A disposição da água, chaves, sabrina e pincel de maquilhagem é real. Até hoje, é um incidente inexplicável que encontrei, certa manhã, na minha cozinha. A vida na capital – na companhia de estranhos – é cheia de surpresas.

A lagoa está-me na massa do sangue

Facto 13: O cenário descrito faz parte da costa idílica da Lagoa das Furnas, um dos meus paraísos favoritos em São Miguel.

Nós, os sem talento

Facto 14: Max Richter é, de facto, um dos meus compositores predilectos.

(Para ouvir: The departure & Sleep)

Facto 15: A originalidade é uma batalha pessoal.

Fazer de Deus ou a arte do assassínio

Facto 16O campo de milho descrito é, na verdade, uma das paisagens mais bonitas dos muitos passeios que, no Verão, gosto de dar ao fim do dia.

Esta vida é um piscar de olhos

Facto 17: A primeira frase deste conto foi, efectivamente, escrita no ar e à uma da manhã. Voos a horas pornográficas são a minha especialidade.

O outro eu. A quimera é uma arma

Facto 18: O meu nome do meio é Vitória.

Facto 19: A presença desse espectro esfomeado de 13 anos não me é, totalmente, estranha.

O valor de uma vida ou a elite

Facto 20: Sara contempla o pôr do sol à beira rio, mais precisamente na Ribeira das Naus, onde, ao fundo, é possível espreitar a Ponte 25 de Abril. Aqui passei eu muitas horas de banhos de sol e finais de dias exaustivos.

Uma borboleta num mundo de avestruzes

Facto 21: O conforto não me vem naturalmente. Esse casulo é o manto de invisibilidade a que recorro nos primeiros momentos de uma nova situação. Essas asas são todas as outras horas de pura excentricidade. “Seja uma borboleta, se puder”.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s