Um mês de estóras [e favoritos]: Agosto

Agosto trouxe-me trabalho; levou-me ao limite; mostrou-me os bastidores de um sonho eternamente cultivado; esmagou os meus dias e transformou-os em crepúsculos cheios de tarefas a cumprir. Eis agora o desfile dos poucos favoritos que  consegui manter, no olho da tempestade – mas já sabe, se são resilientes, devem ser realmente bons.

Enrolada até ao pescoço no meu lençol lilás listrado, tentava ignorar o som angélico do alarme habitual. “Sete horas da manhã, num belo dia de pretensas férias é um crime. Um crime, digo-lhe eu”, pensei, desfrutando do último minuto possível de conforto.

Agosto começou assim: antes do tempo e à força.

Levada pela minha saltitante vontade de aprender à minha primeira redacção, sofri manhãs mal dormidas, noites castradas e tardes inteiras de pura realização.

“Sou a nova estagiária”, sorri à jornalista sentada à ampla secretária de madeira. “Prazer. O teu computador é aquele”, respondeu-me a mulher simpática, que me orientaria pelos caminhos árduos da reportagem regional.

A mesa que me dispensaram – esse oásis prometido – mantive, escrupulosamente, a abarrotar de papéis e anotações; o estúdio que me concederam enchi de sons, entrevistas e perguntas tramadas que, progressivamente, me amarravam mais e mais a este sonho de profissão.

Processed with VSCOcam with t1 preset

Um mês de instabilidade temática e profunda aprendizagem revolveu, seriamente, o meu olhar sobre o futuro, deixando quem sabe o bichinho da rádio num espírito que pouca atenção devotava a estas ondas que mudaram o mundo.

Investi, por isso, em soluções rápidas para estar pronta para qualquer conferência ou entrevista, como estes loafers rosa da Zara, que são ideais para qualquer conjunto menos animado e este Galactic Mauve da Maybelline, cuja sobriedade peculiar deixa brilhar o rosto sem o tornar exuberante.

Nos pulsos, fiz-me fiel aos acessórios delicados e ao inconfundível odor a White Musk Libertine, uma eau de toilette da The Body Shop que consegui, em saldos, por menos de sete euros (o preço original ronda os 40€).

Sentir, pela primeira vez, a natureza volátil da cacha foi inebriante e mesmo equiparável à sedução de qualquer grande entrevista, que, por sua vez, concretizei com quatro dos cinco candidatos pelo círculo eleitoral dos Açores à Assembleia da República.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Os dias de Agosto esgotaram-se em novidades e caças ao tesouro estudadas que se desbotavam em tardes a aproveitar o pôr do sol e a preparar, incansavelmente, o post da manhã seguinte.

Das sete à meia noite, das oito e quarenta e cinco às onze e meia, eternamente investida nesses dois imensos projectos.

Termino este mês marcado pela demissão de Alexis Tsipras, pela crise financeira asiática, pela queda da popularidade de Dilma Rousseff e pela luta dos migrantes em Calais (e por tantas outras estórias que povoaram as muitas Saladas de Agosto), com três recomendações e um pedaço de melancolia.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Em primeiro lugar, o single High by the beach de Lana Del Rey, cuja sonoridade relaxante deixa fruir o final do Verão e as últimas limonadas de hortelã, que, por sua vez, podem, também, ser acompanhadas pela excelente temporada de Suits que começou agora ou pela temperatura tórrida e relaxante da Poça da Dona Beija, uma centelha de açorianiedade mergulhada em calmaria e vapor.

Por último, recorde este Letters to July (eu sei que Julho está mais que passado, mas este vídeo é imperdível) por Estée Lalonde e prometa que Setembro trará surpresas, tranquilidade e essa quimera atraente que é a felicidade.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s