Estórias imperdíveis: a reinvenção

A reinvenção do gigante da internet, a Google, que agora passou a Alphabet (abc.xyz), marcou a discussão mediática desta semana e inspirou esta pequena compilação de estórias acerca da reciclagem dos velhos e já decadentes cânones.

b

Vogue: como um quadro

Até 12 de Outubro, o Museu Tyssen, em Madrid, acolhe a exposição fotográfica Vogue: like a painting.

A promissora mostra de muitos dos trabalhos que povoaram as páginas da conhecida publicação, nos últimos anos, pretende expor a ligação destes fotógrafos recentes às obras clássicas de alguns dos mais famosos pintores de todos os tempos.

Os quadros seleccionados convidam Vermer, o ilustre pintor holandês e Magritte, o famoso surrealista belga, mas, também Hopper, um artista nova-iorquino, Rossetti e Millais, ambos pintores ingleses, a participar na tarefa fantasiosa que é a de colocar na ribalta um par de sapatos ou um vestido especial.

Nos anos 20 e 30, Dali e Chirico chegaram mesmo a ver as suas obras publicadas na revista em causa ao lado do trabalho de fotógrafos avant-gard como Man Ray.

a

Peter Lindberg, um dos artistas colaboradores da revista, confessou ao The Telegraph que “[com os clássicos aprendeu] muito sobre o quão importante é quebrar as regras e assumir riscos, visitando novos lugares com o [seu] trabalho”.

Tim Walker, fotógrafo da Vogue, acredita que esta exposição é a ruptura ideal com a actual plasticidade e predilecção pela norma-core que domina o mundo da moda, evidenciando que são as histórias o mais importante nesta indústria.

d

O renascimento da medicina e das suas práticas

Nas últimas décadas, os programas médicos “sem sangue”, particularmente, dedicados às especificidades dos pacientes que testemunham a Lei de Jeová passaram a estar presentes em dúzias de novos hospitais norte-americanos.

Os avanços nestas práticas médicas que recusam a bastante comum transfusão de sangue incentivaram, mesmo, a diminuição desses procedimentos [arriscados] nos doentes cujas características nem sequer o exigem.

A escritura proíbe, expressamente, as testemunhos de Jeová de receberam sangue novo, já que acreditam que é nessa substância que reside a essência e a alma de cada um.

A necessidade de adaptar a medicina generalizada às exigências dos devotos tem promovido um árduo, mas meritório processo de aperfeiçoamento das técnicas cirúrgicas, que, assim, evitam o derrame excessivo de sangue e, consequentemente, essa carência.

Ainda que restem patologias incuráveis pela destreza técnica dos médicos – como os casos graves de anemia – estes avanços são um sinal significativo da reciclagem das práticas médicas de todos os dias, que recebe agora especial ênfase com esta série de três artigos publicados na The New Yorker.

Para ouvir: High by the beach por Lana Del Rey

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s