Celebrando Portugal pelo mundo fora

Por cá, as comemorações [oficiais] do Dia de Portugal, de Camões e das Comunidades decorrem em Lamego, com especial destaque para o encontro “A interioridade e os desafios da emancipação jovem” e para a condecoração de 33 personalidades entre as quais Ernest Moniz, luso-descendente e secretário da Energia norte-americano. Lá fora, o dia será celebrado com desfiles, torneios e concertos que enaltecem a portugalidade e prometem muita animação.

Em Toronto, celebra-se pela 28ª vez a Semana de Portugal, organizada pela Alliance of Portuguese Clubs and Associations. Desde 21 de Maio que as celebrações se têm multiplicado, comemorando-se os aniversários dos diversos clubes luso-canadianos, promovendo-se regatas e torneios e relembrando-se as tradições portuguesas.

O dia 10 de Junho será o auge de um programa, que terminará com a usual Parada de Portugal e com o concerto, que este ano contará com as actuações de Xutos e Pontapés, The Gift e Shawn Desman.

As festividades alargam-se, contudo, até dia 25 com touradas, picnics e regatas que comemoram, também, os Santos Populares.

Do outro lado da fronteira, a comunidade de imigrantes portugueses de New Bedford (a maior dos Estados Unidos da América – mais de 59% da população local diz ter ascendência portuguesa) celebrará a 17ª edição do Dia de Portugal com um programa que se estende até dia 14 de Junho.

Os eventos serão diversos: torneios de futebol e golfe, jogos tradicionais, actuações de grupos folclóricos e exposições de artesanato. As comemorações ficarão, ainda, marcadas pela atribuição de bolsas a estudantes universitários e de doações a instituições de caridade.

Em território europeu, destaque para a 7ª edição da comemorarão do Dia de Portugal, em Londres, que este ano será realizada a 14 de Junho, no parque Streatham Common. O festival oferecerá uma amostra da cultura lusitana: desde a tradicional sardinha, ao famoso pastel de Belém, passando pelo folclore e terminando com múltiplas actuações de cantores populares portugueses.

De sardinha na mão, fado no ouvido e Portugal na alma, comemorarão os imigrantes este país que tiveram de abandonar. Quem por aqui ficou pode aproveitar os Arraiais Populares propostos pelas Festas de Lisboa ’15 para celebrar a pátria lusitana e o seu maior poeta.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s